Professor desenvolve projeto com crianças e jovens com autismo

  • Post published:7 de fevereiro de 2019
  • Post author:
  • Post category:notícias

A prática regular de atividade física, orientada por profissional de Educação Física, traz inúmeros benefícios para a saúde de quem as pratica, como o auxílio no desenvolvimento motor de crianças e adolescentes. Com essa finalidade, o profissional Daniel Luiz Paes de Araújo (CREF 003013-G/PE) criou o projeto Autismo em Ação, que trabalha com crianças e adolescentes autistas, no Parque da Jaqueira, Zona Norte do Recife.

Quando se fala de doenças crônicas e transtornos diversos, a atividade física se mostra fundamental para redução dos sinais, sintomas e consequente melhoria da qualidade de vida. Daniel explica como funciona o projeto: “Nosso trabalho consiste no aprimoramento de todo o sistema motor e habilidades físicas corporais, através de estímulos, utilização de materiais, circuitos e atividades lúdicas” informou.

Um estudo divulgado no Journal of autism and developmental disorders mostrou que 20 minutos de atividade física diária reduz o comportamento auto-estimulatório e melhora o desempenho motor de crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Além disso, a condição acadêmica e o número de tarefas diárias também aumentou significativamente.

Além de Daniel Araújo, o Projeto Autismo em Ação também trabalha alinhados com profissionais de outras áreas, como psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e neuropediatras. “Traçamos estratégias para uma maior autonomia, resposta de comandos e uma maior interação social para que com isso a qualidade de vida e dos familiares se torne cada vez melhor”, explicou.

O projeto Autismo em Ação trabalha com atualmente com crianças de 2 a 11 anos, mas não há um limite de idade para participar. Para conhecer mais sobre o projeto acompanhe o Instagram do profissional @daniellpaes.