A prática de Exercícios Físicos na prevenção e tratamento no Câncer de Próstata

  • Post published:14 de novembro de 2019
  • Post category:notícias

Não existe dúvida de que o esporte ou mesmo qualquer atividade física, quando praticados com regularidade, mostram diminuição sensível no surgimento de alguns tipos de câncer, principalmente o de próstata.  São estes os resultados de pesquisas sobre o aparecimento dos vários tipos da doença.

Dados mostram que pessoas sedentárias, além do risco cardiovascular aumentado, têm maior risco de surgimento da patologia. Pessoas mais ativas fisicamente, principalmente os idosos que se exercitam em quantidades mínimas de 6 a 9 km por semana foram favorecidos com longevidade saudável com menos casos de câncer. Essa redução do risco, foi espetacular, pois chegou a uma redução entre 10% e 30%.

Segundo um estudo realizado em julho deste ano, pelo pesquisador Daniel Galvão, do Instituto de Pesquisa em Medicina do Exercício da Universidade Edith Cowan foi constatado que no potencial de treinos supervisionados com práticas aeróbicas e de flexibilidade e força em 57 homens com câncer de próstata avançado – a doença havia invadido os ossos. Mesmo nesse cenário grave, os participantes expressaram uma melhora nas funções físicas sem desenvolver complicações. É uma atividade comum, que pode reduzir a intensidade de efeitos colaterais.

 De acordo com o professor de Educação Física e Vice – Presidente, do Conselho Regional de Educação Física de Pernambuco (CREF 12/PE) Bruno Barreto, a prática regular de exercício físico para pessoas com câncer de próstata em tratamento ou aptos, tem se mostrado uma excelente ferramenta para redução de risco:  da mortalidade, dos níveis de fadiga e náuseas, melhorando a capacidade funcional, como também ganho de massa muscular e melhor qualidade de vida.

 Sobre a prática de exercícios físicos na prevenção, tratamento e no acompanhamento pós-cirúrgico o presidente do CREF 12/PE, Lúcio Beltrão alertou: “A principal dica é procurar um Profissional de Educação Física para identificar atividades físicas prazerosas e adequadas para o seu perfil. A atividade física atua nos processos hormonais, metabólicos e inflamatórios do corpo, por isso a importância do acompanhamento por um especialista. O exercício físico orientado promove gasto energético maior, diminuição do peso corpóreo, do percentual de gordura, do colesterol, aumento da massa muscular, diminuição dos níveis de açúcar no sangue, o diabetes fica controlado, fortalecimento do músculo cardíaco, melhora no consumo de oxigênio, o sistema imunológico se fortalece e consequentemente há uma melhora de todas as funções orgânicas vitais”.

O esporte ou o exercício físico regular só é benéfico enquanto for praticado, não existe poupança de benefícios acumulados pelo esportista ou atleta. Se for ativo enquanto jovem para um futuro com poucas ou nenhumas doenças. O exercício físico orientado é fundamental não só para prevenção, mas também para quem está em tratamento ou já passou por um câncer.