A importância da educação física na saúde dos alunos

A prática da educação física nas escolas é fundamental para o desenvolvimento das crianças e adolescentes, nesse período de volta as aulas os pais precisam estar atentos se a escola disponibiliza um profissional formado regulamentado e se o ambiente para exercer as atividades físicas está em boas condições de uso.

A família deve ser fiscalizadora para observar e cobrar os direitos de acordo com a Constituição Federal, que garante a educação física obrigatória em toda a educação básica, além de que, quem ministrar aulas de educação física sem ter graduação em educação física, está cometendo crime de exercício ilegal da profissão. Outra questão que os pais precisam estar atentos é a estrutura do ambiente em que acontece as aulas.

Sobre esses aspectos o Presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF12/PE) Lúcio Beltrão (CREF003574-G/PE) considerou: “é superimportante os pais ficarem de olho para os profissionais que estão a frente das aulas. Orientamos que as famílias cobrem à gestão escolar, aos donos dos colégios, à secretaria de educação e demais responsáveis para que seus filhos tenham no mínimo duas aulas de Educação Física por semana, ministrada por profissional de Educação Física regular junto ao CREF.  Além disso, é preciso exigir materiais como tatame, bolas, cones, cordas, bambolês e, claro, quadra coberta para não expor nossos jovens às doenças provocadas pela exposição ao sol. É nossa obrigação estimular à prática regular de exercícios físicos orientados. Esse hábito começa na escola. A Educação Física traz benefícios cognitivos, sociais, motores, emocionais, metabólicos e cardiovasculares”, enfatizou o professor Lúcio Beltrão.

A escola que disponibiliza um bom profissional de educação física, o aluno realiza um conjunto de atividades elaboradas pelo profissional da área, que não apenas movimentam o corpo, mas desenvolve habilidades motoras com benefícios que promove uma saúde física e emocional, melhorando suas funções cognitivas e do desempenho escolar.

Compartilhar no: