JANEIRO BRANCO: Os benefícios do exercício físico orientado para a Saúde Mental

  • Post published:12 de janeiro de 2021
  • Post category:notícias

A cor branca no Ano Novo não significa somente a paz, como dizem as superstições. O primeiro mês do ano também é marcado pela campanha Janeiro Branco, que tem como principal objetivo discutir a saúde mental, e uma das formas de beneficiá-la é através dos exercícios físicos. Especialista em Saúde Mental, o professor Lúcio Beltrão (CREF 003574-G/PE), presidente do CREF12/PE detalha a importância do assunto dentro do contexto de pandemia que estávamos vivendo. “Em tempos de COVID-19, buscas relacionadas a transtornos mentais bateram recorde no Google em 2020. As buscas sobre o tema tiveram uma alta de 98% ante a média dos dez últimos anos. Isso mostra que, mesmo sem a pandemia ter chegado ao fim, já há números bem preocupantes,” detalha.  

Nos últimos anos, as doenças mentais tiveram um aumento considerável. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em todo o mundo, mais de 300 milhões de pessoas sofrem com a depressão; o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo e o quinto mais depressivo. A depressão é o mal do século XXI. A ansiedade afeta 18,6 milhões de brasileiros. Os transtornos mentais são responsáveis por mais de um terço do número total de incapacidades nas Américas.

ASSISTA A UM VÍDEO ESPECIAL SOBRE O TEMA:

SAÚDE MENTAL E EDUCAÇÃO FÍSICA – CREF12/PE

“É preciso uma mudança de mindset. Precisamos ter equilíbrio em nossas vidas. Ter tempo para a família, amigos, trabalho, estudo, lazer e bons hábitos. O cuidado deve ser integral. Exercício físico orientado, alimentação saudável, espiritualidade, convívio social, religiosidade, sono e propósito fazem a diferença e evitam doenças metabólicas, cardiovasculares e mentais. A sociedade precisa entender que não há hierarquia entre os profissionais de saúde. Todos são fundamentais e precisam trabalhar de maneira multiprofissional com muita comunicação, interação e planejamento.” explica o Prof. Lúcio Beltrão

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde, as condições de saúde mental são responsáveis por 16% da carga global de doenças e lesões em pessoas com idade entre 10 e 19 anos. Os dados também apontam que metade de todas as doenças mentais começa aos 14 anos, mas a maioria dos casos não é detectada nem tratada. Entre os transtornos, a depressão se destaca como uma das principais causas de doença e incapacidade entre adolescentes.

Ao longo da vida, uma em cada dez pessoas precisará de cuidados de saúde mental. Se os momentos de estresse e apreensão não forem reconhecidos e gerenciados, esses sentimentos podem levar à doença mental. Infelizmente, a maioria não é diagnosticada e muito menos tratada. Consequentemente, o suicídio torna-se a terceira causa de morte entre os adolescentes.

As consequências da não abordagem dessas condições em saúde mental é a cronificação até a fase adulta, prejudicando a saúde física e mental, além de provocar limitações sociais. Pensando nisso, a promoção e prevenção dos transtornos são fundamentais para ajudar os adolescentes nessa fase.

É incontestável os benefícios do exercício físico sobre os diferentes sistemas corporais, inclusive para melhorar a saúde mental. O exercício físico feito com frequência pode ter um impacto profundamente positivo na depressão, na ansiedade, no Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDAH, dentre outros. Também alivia o estresse, melhora a memória e o estado de humor e ajuda a dormir melhor. O Profissional de Educação Física é, sem dúvidas, essencial no tratamento e prevenção dos transtornos mentais.