Fiscalizações do CREF12/PE notificam 73 pessoas em exercício ilegal nas escolas públicas e privadas

Exercer ilegalmente a profissão de Educação Física é crime. Para ministrar aulas em escolas, academias, studios, condomínios, parques, praças, praias e no Programa Academia da Cidade do Sistema Único de Saúde é imprescindível que o profissional tenha formação acadêmica e possua registro profissional junto ao Conselho, que é a Cédula de Identidade Profissional (CIP).

O CREF12/PE trabalha incansavelmente para valorizar a profissão e defender a sociedade. Em 2021, por meio das operações intensivas realizadas pelas nossas equipes de Orientação e Fiscalização, 73 pessoas foram notificadas nas escolas públicas e privadas do estado de Pernambuco por não possuírem formação na área e sem registro no Conselho.

“O trabalho do Sistema CONFEF/CREFs é fundamental para uma sociedade ativa, para a valorização da profissão e do Profissional de Educação Física. Os números da obesidade e da inatividade física no Brasil são assustadores. A única solução é investir na prevenção. Focar nas crianças e adolescentes. Isso, naturalmente, passa pela obrigatoriedade do Profissional de Educação Física na educação básica, desde a educação infantil. Queremos todos juntos nesta luta. É imprescindível, portanto, a participação e pressão coletiva para que tenhamos mudanças, urgentes, na forma como é tratada a educação em nosso país”, reforçou o professor e presidente do CREF12/PE Lúcio Beltrão (CREF 003574-G/PE).

Qualquer cidadão pode ajudar o CREF12/PE no combate ao exercício ilegal da profissão e aos espaços clandestinos. É só fazer a denúncia pelo telefone/whtasapp: (81) 9 8877 6678 no e-mail: [email protected] ou no cref12.org.br/denuncia/. Garantimos sigilo.

A atuação do CREF12/PE como órgão fiscalizador é crucial no combate aos falsos profissionais e em defesa da sociedade.

Compartilhar no:
plugins premium WordPress