Projeto de Lei que trata do Piso Salarial Estadual dos Profissionais de Educação Física protocolado na Alepe

Projeto de Lei que trata do Piso Salarial Estadual dos Profissionais de Educação Física protocolado na Alepe

Nesta segunda-feira (20), foi protocolado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o Projeto de Lei que trata do piso salarial dos Profissionais de Educação Física do nosso estado.  O PL 3503/2022 prevê a remuneração de R$ 3.740,00 (três mil e setecentos e quarenta reais) mensais para uma jornada normal de trabalho de duzentos e vinte horas mensais.

O documento foi protocolado pelo deputado estadual Wanderson Florêncio a pedido do Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região – Pernambuco (CREF12/PE). Na justificativa, o parlamentar destaca a importância da atuação dos Profissionais de Educação Física na orientação técnica, tática e física em todas as esferas esportivas.

Sobre o PL 3503/2022, Lúcio Beltrão, presidente do CREF12/PE propôs um amplo debate para um melhor entendimento sobre as diferentes realidades locais e regionais e a instituição de um piso salarial justo para toda a categoria.

 “Sempre deixamos bem claro que a questão do piso não é competência do CREF, mas acreditamos que não podemos ser omissos. Temos colocado a Educação Física em pauta, dialogando com políticos, empresários, profissionais de educação física e todos os setores da sociedade. Precisamos realizar um amplo debate e audiências públicas para entender melhor as realidades locais e regionais. Não adianta o CREF12/PE propor, por exemplo, um piso de 10 mil reais e quebrar quem gera emprego. É preciso bom senso. Por isso uma ampla discussão é imprescindível para que cheguemos a um valor razoável” afirmou o presidente Lúcio Beltrão (CREF 003574-G/PE).

Compartilhar no: