CREF12/PE divulga balanço das fiscalizações em academias de Olinda, em parceria com a OAB Pernambuco

  • Post published:4 de setembro de 2019
  • Post author:
  • Post category:notícias

Pelo menos duas pessoas foram autuadas por exercício ilegal da profissão e várias irregularidades foram encontradas

Com a cobertura de toda a grande imprensa, o Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região – PE (CREF12/PE), em parceria com a OAB/PE e Polícia Militar de Pernambuco, realizou na manhã desta quarta-feira, 04, uma ação de fiscalização em cinco academias no município de Olinda, Região Metropolitana do Recife, as quais foram detectadas diversas irregularidades.

De acordo com o Assessor Técnico de Fiscalização do CREF12/PE, Marcelo Santos, cinco academias foram visitadas na manhã desta quarta-feira, sendo que três academias já se encontravam fechadas. Uma academia estava funcionando com duas atividades distintas, em uma das atividades não havia um profissional de educação física orientando os clientes, havia apenas um estudante, e esse foi notificado por exercício ilegal da profissão, além da academia estar com estrutura irregular. “Essa mesma academia foi notificada e estabelecido um prazo de 30 dias para regularizar a situação. Em outra academia que nós fomos, a Império, ela estava aberta, funcionando, mas não havia ninguém se exercitando, porém, como percebemos, a estrutura era precária com vários itens a serem inspecionados. Nunca houve profissional nessa academia e já havíamos solicitado encerramento de suas atividades em fiscalização anterior e dessa vez a documentação vai ser encaminhada para sua interdição definitiva. Já na última academia que nós fiscalizamos, também em Olinda, estava fechada, e o proprietário disse que só ele utilizava, mas podemos perceber que a academia era utilizado por mais de uma pessoa, ou seja, ele deveria funcionar apenas no período da noite para burlar a fiscalização”, ressaltou.

“Foi importantíssimo a OAB acompanhar esta fiscalização do CREF12/PE, vimos a importância do trabalho do Conselho e a OAB abraçou esta causa. Durante a ação, presenciamos situações drásticas, diversas infrações à regulamentação da profissão, exercício ilegal, infrações à legislação trabalhista. Somente quem acompanha este trabalho tem noção da importância da fiscalização do CREF e da precariedade em que os estabelecimentos se encontravam”, ressalta o representante da OAB Renato Montenegro.

BALANÇO

Um total de 05 academias, todas sem Responsável Técnico, foram visitadas na manhã desta quarta-feira, cujo resultado da fiscalização foi:

– 05 academias clandestinas, sendo que 03 academias já estavam fechadas, por fiscalização anterior do CREF12;

– 01 academia que estava aberta e funcionando com clientes, foi notificada por irregularidade documental e exercício ilegal da profissão. Foi dado prazo de 30 dias para regularização. Obs: O prazo de 30 dias é para o registro no Conselho, mas só podem funcionar com a presença de um profissional de Educação Física.

– Das 05 academias, 04 estavam em situação estrutural precária para funcionamento.